segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Evangelizo lança novo sítio web


evangelizo.org

Evangelho Quotidiano

tem a grande alegria de anunciar

o lançamento do seu novo sítio web...🚀

em fevereiro de 2017

 

Desde 2001 que Evangelho Quotidiano se esforça para tornar cada vez mais acessíveis no seu computador, no seu tablet ou no seu smartphone a palavra de Deus, bem como textos das maiores figuras da Igreja e hagiografias de muitos dos santos que nos precederam.

Em 2017, propomos-lhe um serviço RENOVADO, com um design jovem, dinâmico e colorido 

o  Vai ter a possibilidade de criar a sua conta de utilizador, de gravar numa Box uma passagem do comentário ou um versículo do Evangelho, de o anotar ou mesmo de o partilhar nas redes sociais;

o  Repensámos o nosso sítio a fim de ser mais simples e mais ergonómico;

o  Mandar-lhe-emos um mail nos dia da festa dos seus santos favoritos.

 

evangelizo.org

O que procuramos é pôr à sua disposição instrumentos que o/a acompanhem no seu próprio caminho de santidade. Que a Palavra de Deus esteja consigo dia a dia, que ela vá ao seu encontro onde quer que esteja, que lhe seja possível apropriar-se dela cada vez melhor.

A equipa internacional de Evangelizo é formada de voluntários,

mas este projeto é muito caro, custa vários milhares de euros,

ajude-nos a estar perto de si!

Como nos ajudar

💸

Por transferência bancária:

Na Europa:
      Código BIC=SOGEFRPP
      IBAN=FR76-3000-3030-8500-0372-6114-293

Na América (ou para uma oferta em dólares):
      BIC: BOFAUSV1UST
      Banco: Bank of America
      Número ABA:  026009593
      Conta bancária: 4665 8320 46

Liturgia do Dia - sua Profecia diária


Segunda-feira, dia 19 de Dezembro de 2016

Últimos dias feriais do Advento - 19 de dezembro

Beato Urbano V, papa, +1370

Comentário do dia
Orígenes : «Será cheio do Espírito Santo desde o seio materno»

Juízes 13,2-7.24-25a.

Naqueles dias, vivia em Soreá um homem da tribo de Dã, chamado Manoé, cuja mulher, sendo estéril, não tinha filhos.
O Anjo do Senhor apareceu a essa mulher e disse-lhe: «És estéril e sem filhos, mas conceberás e darás à luz um filho.
Agora tem cuidado: não bebas vinho nem outra bebida alcoólica, nem comas nada impuro, porque vais conceber e dar à luz um filho.
A navalha não tocará na sua cabeça, porque o menino será consagrado a Deus desde o seio materno e começará a libertar Israel das mãos dos filisteus».
A mulher foi dizer ao marido: «Veio ter comigo um homem de Deus. Tinha o aspeto de um Anjo do Senhor, cheio de majestade. Não lhe perguntei donde vinha, nem ele me revelou o seu nome.
Mas disse-me: «Conceberás e darás à luz um filho. Agora não bebas vinho nem outra bebida alcoólica e não comas nada impuro, porque o menino será consagrado a Deus desde o seio materno até ao dia da sua morte».
A mulher deu à luz um filho e pôs-lhe o nome de Sansão. O menino cresceu e o Senhor abençoou-o.
Foi em Maané-Dan, entre Sorá e Estaol, que o espírito do SENHOR começou a agitar Sansão.


Salmos 71(70),3-4a.5-6ab.16-17.

Sede para mim um refúgio seguro,
a fortaleza da minha salvação.
Vós sois a minha defesa e o meu refúgio:
meu Deus, salvai-me do pecador.

Sois Vós, Senhor, a minha esperança,
a minha confiança desde a juventude.
Desde o nascimento Vós me sustentais,
desde o seio materno sois o meu protector.

Meu Deus, hei-de narrar os vossos feitos grandiosos,
recordarei, Senhor, a vossa justiça sem igual.
Desde a juventude Vós me ensinais
e até hoje anunciei sempre os vossos prodígios.




Lucas 1,5-25.

Nos dias de Herodes, rei da Judeia, vivia um sacerdote chamado Zacarias, da classe de Abias, cuja esposa era descendente de Aarão e se chamava Isabel.
Eram ambos justos aos olhos de Deus e cumpriam irrepreensivelmente todos os mandamentos e leis do Senhor.
Não tinham filhos, porque Isabel era estéril e os dois eram de idade avançada.
Quando Zacarias exercia as funções sacerdotais diante de Deus, no turno da sua classe,
coube-lhe em sorte, segundo o costume sacerdotal,entrar no Santuário do Senhor para oferecer o incenso.
Toda a assembleia do povo, durante a oblação do incenso, estava cá fora em oração.
Apareceu-lhe então o Anjo do Senhor, de pé, à direita do altar do incenso.
Ao vê-lo, Zacarias ficou perturbado e encheu-se de temor.
Mas o Anjo disse-lhe: «Não temas, Zacarias, porque a tua súplica foi atendida. Isabel, tua esposa, dar-te-á um filho, ao qual porás o nome de João.
Será para ti motivo de grande alegria e muitos hão de alegrar-se com o seu nascimento,
porque será grande aos olhos do Senhor. Não beberá vinho nem bebida alcoólica; será cheio do Espírito Santo desde o seio materno
e reconduzirá muitos dos filhos de Israel ao Senhor, seu Deus.
Irá à frente do Senhor, com o espírito e o poder de Elias, para fazer voltar os corações dos pais a seus filhos e os rebeldes à sabedoria dos justos, a fim de preparar um povo para o Senhor».
Zacarias disse ao Anjo: «Como hei-de saber que é assim, se eu estou velho e a minha esposa de idade avançada?».
O Anjo respondeu-lhe: «Eu sou Gabriel, que assisto na presença de Deus e fui enviado para te anunciar esta boa nova.
Mas tu vais guardar silêncio, sem poder falar, até ao dia em que tudo isto aconteça, por não teres acreditado nas minhas palavras, que se cumprirão a seu tempo.
Entretanto, o povo esperava por Zacarias e admirava-se por ele se demorar no Santuário.
Quando ele saiu, não lhes podia falar e então compreenderam que tinha tido uma visão no Santuário. Ele fazia-lhes sinais e continuava mudo.
Ao terminarem os seus dias de serviço, Zacarias voltou para casa.
Algum tempo depois, Isabel, sua esposa, concebeu e permaneceu oculta durante cinco meses, dizendo:
«Assim procedeu o Senhor para comigo nos dias em que Se dignou livrar-me desta desonra diante dos homens».



Tradução litúrgica da Bíblia



Comentário do dia:

Orígenes (c. 185-253), presbítero, teólogo
Homilias sobre S. Lucas, n.º 4

«Será cheio do Espírito Santo desde o seio materno»

O nascimento de João é cheio de milagres. Um arcanjo anunciou a vinda do nosso Senhor e Salvador; também um arcanjo anuncia o nascimento de João. «Será cheio do Espírito Santo desde o seio materno». O povo não reconheceu nosso Senhor, que realizava milagres e prodígios e curava as suas doenças, mas João, ainda no seio materno, exulta de alegria à chegada da Mãe de Jesus, sem que seja possível reprimi-lo: «Desde o instante em que a tua saudação chegou aos meus ouvidos», diz Isabel, «o menino estremeceu de alegria no meu seio» (Lc 1,44). Ainda no seio de sua mãe, João tinha já recebido o Espírito Santo. [...]

A Escritura diz depois que ele «reconduzirá muitos dos filhos de Israel ao Senhor, seu Deus». João trouxe de volta «muitos»; o Senhor não trouxe muitos, trouxe todos. Na verdade, a sua obra era trazer todo o mundo até ao Pai.

«Irá à frente do Senhor, com o espírito e o poder de Elias». [...] Tal como nos outros profetas, havia em Elias tinha poder e tinha o Espírito. [...] O Espírito que tinha repousado sobre Elias veio sobre João e nele apareceu o poder que habitava Elias. Um foi transportado ao céu (2Rs 2,11), o outro foi o precursor do Senhor e morreu antes dele, para descer à mansão dos mortos anunciar a sua vinda.







Textos Retirados de: Evangelho Quotidiano. org