domingo, 15 de janeiro de 2017

Liturgia do Dia - sua Profecia diária


Domingo, dia 15 de Janeiro de 2017

2º Domingo do Tempo Comum

Beato Luis Variara, presbítero, +1923, Santo Amaro ou Mauro, rel., +584, Santo Arnaldo Janssen, presbítero, fundador, +1909, S. Paulo, eremita, conf., +342, S. Franc. Fernandes de Capillas, presb., m., +1648, S. Plácido, religioso, mártir, +546

Comentário do dia
São João Crisóstomo : «Eu vi e dou testemunho de que Ele é o Filho de Deus»

Is. 49,3.5-6.

Disse-me o Senhor: «Tu és o meu servo, Israel, por quem manifestarei a minha glória».
E agora o Senhor falou-me, Ele que me formou desde o seio materno, para fazer de mim o seu servo, a fim de Lhe reconduzir Jacob e reunir Israel junto d'Ele. Eu tenho merecimento aos olhos do Senhor, e Deus é a minha força.
Ele disse-me então: «Não basta que sejas meu servo, para restaurares as tribos de Jacob e reconduzires os sobreviventes de Israel. Vou fazer de ti a luz das nações, para que a minha salvação chegue até aos confins da terra».


Salmos 40(39),2.4.7-8.9.10.

Esperei no Senhor com toda a confiança,
e Ele atendeu-me.
Pôs em meus lábios um cântico novo,
um hino de louvor ao nosso Deus.

Vendo isto, muitos hão de temer
e pôr a sua confiança no Senhor.
Não Vos agradaram sacrifícios nem oblações,
mas abristes-me os ouvidos;

não pedistes holocaustos nem expiações,
Então eu disse: "Aqui estou! ."
No Livro da Lei está escrito aquilo que devo fazer.
que faça a vossa vontade.

Assim o quero, ó meu Deus,
a vossa lei está no meu coração».
Proclamei a justiça na grande assembleia,
não fechei os meus lábios, Senhor, bem o sabeis.




1 Cor. 1,1-3.

Irmãos: Paulo, por vontade de Deus escolhido para Apóstolo de Cristo Jesus, e o irmão Sóstenes,
à Igreja de Deus que está em Corinto, aos que foram santificados em Cristo Jesus, chamados à santidade, com todos os que invocam, em qualquer lugar, o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso:
A graça e a paz de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo estejam convosco.


João 1,29-34.

Naquele tempo, João Baptista viu Jesus, que vinha ao seu encontro, e exclamou: «Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.
É d'Ele que eu dizia: 'Depois de mim vem um homem, que passou à minha frente, porque era antes de mim'.
Eu não O conhecia, mas foi para Ele Se manifestar a Israel que eu vim batizar na água».
João deu mais este testemunho: «Eu vi o Espírito Santo descer do Céu como uma pomba e permanecer sobre Ele.
Eu não O conhecia, mas quem me enviou a batizar na água é que me disse: 'Aquele sobre quem vires o Espírito Santo descer e permanecer é que batiza no Espírito Santo'.
Ora, eu vi e dou testemunho de que Ele é o Filho de Deus».



Tradução litúrgica da Bíblia



Comentário do dia:

São João Crisóstomo (c. 345-407), presbítero de Antioquia, bispo de Constantinopla, doutor da Igreja
Homilia sobre o batismo de Jesus Cristo e sobre a Epifania

«Eu vi e dou testemunho de que Ele é o Filho de Deus»

Cristo não Se manifestou a todos os homens no momento do seu nascimento, mas no momento do seu batismo. Até esse dia, poucos O conheciam; quase ninguém sabia da sua existência e quase todos ignoravam quem Ele era. João Batista declarou: «No meio de vós está quem vós não conheceis» (Jo 1,26); e o próprio João partilhava esta ignorância acerca de Cristo até ao dia do seu batismo: «Eu não O conhecia, mas quem me enviou a batizar na água é que me disse: 'Aquele sobre quem vires o Espírito descer e permanecer é que batiza no Espírito Santo'» […].

Com efeito, que razão dá João para o batismo do Senhor? Era, diz ele, para que todos O conhecessem. E São Paulo observa: «João Batista ministrou apenas um batismo de penitência, dizendo ao povo que cresse naquele que iria chegar depois dele» (At 19,4). Foi por isso que Jesus recebeu o batismo de João. Ir de casa em casa apresentar Cristo dizendo que era o Filho de Deus seria, para João, dar dificílimo testemunho; conduzi-Lo até à sinagoga e designá-Lo como Salvador teria sido um testemunho pouco credível. É no meio da multidão reunida na margem do Jordão que Jesus recebe dos altos céus o testemunho claramente expresso: o Espírito Santo descendo sobre Ele na forma de uma pomba. E isto confirma o testemunho de João, sem quaisquer dúvidas.

«Eu não O conhecia», afirma João. Quem te fez conhecê-Lo? «Aquele que me enviou a batizar». E que te disse Ele? «Aquele sobre quem vires o Espírito descer e permanecer é que batiza no Espírito Santo». É portanto o Espírito Santo que a todos revela Aquele de quem João pregou maravilhas, descendo dos céus para, com suas asas de pomba, O designar.







Textos Retirados de: Evangelho Quotidiano. org