quarta-feira, 10 de maio de 2017

Liturgia do Dia - sua Profecia diária


Quarta-feira, dia 10 de Maio de 2017

Quarta-feira da 4ª semana da Páscoa

S. Damião de Veuster, apóstolo dos leprosos, +1889, S. João de Ávila, presbítero, Doutor da Igreja, +1569, Santo Antonino de Florença, Bispo e Confessor, +1459

Comentário do dia
Cardeal Charles Journet : «Quem acredita em Mim»

Actos 12,24-25.13,1-5a.

Naqueles dias, a palavra de Deus crescia e multiplicava-se.
Depois de Barnabé e Saulo cumprirem a sua missão, voltaram de Jerusalém, trazendo consigo João, que tinha o sobrenome de Marcos.
Na Igreja de Antioquia havia profetas e doutores: Barnabé, Simeão, chamado o Negro, Lúcio de Cirene, Manaen, irmão colaço do tetrarca Herodes e Saulo.
Estando eles a celebrar o culto e a jejuar, disse-lhes o Espírito Santo: «Separai Barnabé e Saulo para o trabalho a que os chamei».
Então, depois de terem jejuado e orado, impuseram-lhes as mãos e deixaram-nos partir.
Enviados pelo Espírito Santo, Barnabé e Saulo desceram a Selêucia e de lá navegaram para Chipre.
Tendo chegado a Salamina, começaram a anunciar a palavra de Deus nas sinagogas dos judeus.


Salmos 67(66),2-3.5.6.8.

Deus Se compadeça de nós e nos dê a sua bênção, resplandeça sobre nós a luz do seu rosto.
Na terra se conhecerão os vossos caminhos
e entre os povos a vossa salvação.
Alegrem-se e exultem as nações,

porque julgais os povos com justiça
e governais as nações sobre a terra.
Os povos Vos louvem, ó Deus,
todos os povos Vos louvem.

Deus nos dê a sua bênção,
e chegue o seu louvor aos confins da terra.



João 12,44-50.

Naquele tempo, Jesus disse em alta voz: «Quem acredita em Mim não é em Mim que acredita, mas n'Aquele que Me enviou;
e quem Me vê, vê Aquele que Me enviou.
Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que acredita em Mim não fique nas trevas.
Se alguém ouvir as minhas palavras e não as guardar, não sou Eu que o julgo, porque não vim para julgar o mundo, mas para o salvar.
Quem Me rejeita e não acolhe as minhas palavras tem quem o julgue: a palavra que anunciei o julgará no último dia.
Porque Eu não falei por Mim próprio: o Pai, que Me enviou, é que determinou o que havia de dizer e anunciar.
E Eu sei que o seu mandamento é vida eterna. Portanto, as palavras que Eu digo, digo-as como o Pai Mas disse a Mim».



Tradução litúrgica da Bíblia



Comentário do dia:

Cardeal Charles Journet (1891-1975), teólogo
Conferências proferidas em Genève, entre 1972 e 1974, sobre o evangelho de S. João

«Quem acredita em Mim»

As Pessoas divinas são transparentes umas às outras. É como um colar: quando se puxa uma das Pessoas divinas, as outras duas vêm atrás. É impossível pensar no Pai sem a sua referência ao Filho, pois a paternidade é precisamente aquilo em que consiste a sua personalidade, e é impossível ser Pai sem o Filho. E depois, é impossível que o Pai e o Filho, no seu mútuo amor, não produzam o Espírito. Os teólogos utilizam um termo para significar este aspeto: falam da circumincessão das Pessoas divinas; mas há uma expressão que torna a coisa mais clara para nós: as Pessoas divinas são transparentes umas às outras. Quando nos dirigimos a uma delas, também as outras duas ali se encontram, em transparência, e estamos a dirigir-nos a elas; são distintas, mas transparentes umas às outras. Assim, quando Jesus declara: «As coisas que Eu vos digo não as manifesto por mim mesmo: são do Pai, que Me enviou (Jo 14,10.24), é verdade; e também são suas, recebidas do Pai.

Ele vem do Céu no seu invólucro humano, para nos dizer as palavras que se referem à sua Pessoa e à Pessoa do Pai. Ele recebeu todo o seu ser do Pai, e é o Pai que nos fala através dele, presente no meio de nós no seu invólucro corpóreo.

Temos, portanto, a Trindade que vem a nós neste caminho da encarnação, esta voz da ternura de Deus que vem até junto de nós para nos falar, que já não Se encontra lá longe, no alto dos Céus, mas que nos fala através de uma voz humana, de uma língua humana, a língua de um pequeno povo, o aramaico, uma língua que era falada na zona da Mesopotâmia e das regiões circundantes.







Textos Retirados de: Evangelho Quotidiano. org