quarta-feira, 7 de junho de 2017

Liturgia do Dia - sua Profecia diária


Quarta-feira, dia 07 de Junho de 2017

Quarta-feira da 9ª semana do Tempo Comum

Beata Ana de São Bartolomeu, virgem, religiosa, +1626

Comentário do dia
Santo Anselmo : A ressurreição: plenitude de vida

Tob. 3,1-11a.16-17a.

Naqueles dias, eu, Tobit, de alma angustiada, gemendo e chorando, comecei a dizer entre suspiros a seguinte oração:
«Vós sois justo, Senhor, e são justas todas as vossas obras. Os vossos caminhos são misericórdia e fidelidade, Vós sois o juiz do mundo.
Agora, Senhor, lembrai-Vos de mim e olhai para mim. Não me castigueis pelos meus pecados e erros, nem pelos dos meus antepassados, que cometemos na vossa presença, desobedecendo aos vossos mandamentos.
Por isso Vós nos entregastes à pilhagem, ao cativeiro e à morte, ao escárnio, à zombaria e ao insulto de todos os povos entre os quais nos dispersastes.
Na verdade, todas as vossas sentenças são justas, quando me tratais assim, por causa dos meus pecados e pelos dos meus antepassados, porque não cumprimos os vossos mandamentos, nem procedemos fielmente para convosco.
Mas agora tratai-me como for do vosso agrado, ordenai que me seja tirada a vida, para que eu desapareça da face da terra e em terra me venha a tornar. Para mim, na verdade, é melhor morrer do que viver, pois tive de ouvir ofensas caluniosas e sinto uma grande tristeza. Senhor, fazei que eu me livre desta aflição, deixai-me partir para a eterna morada. Não afasteis de mim o vosso rosto, Senhor, porque para mim é melhor morrer do que suportar tão grande aflição na minha vida e ter de ouvir tantos insultos».
No mesmo dia, sucedeu que Sara, filha de Raguel, que vivia em Ecbátana da Média, também foi insultada por uma serva de seu pai.
Ela tinha casado sete vezes, mas Asmodeu, o demónio malfazejo, matava-lhe os maridos, antes de viverem com ela, conforme está prescrito às esposas. A serva dizia-lhe: «És tu que matas os teus maridos: já casaste com sete homens e não usaste o nome de nenhum deles.
Porque nos tratas mal por causa da sua morte? Vai-te com eles e que nunca se veja nascer de ti filho nem filha».
Nesse dia, Sara entristeceu-se profundamente e começou a chorar. Subiu à sala do andar superior da casa de seu pai e quis enforcar-se. Mas, refletindo, pensou: «Talvez insultem meu pai e lhe digam: 'Só tinhas uma filha querida e ela enforcou-se por causa das suas desgraças'. Assim faria descer meu pai à morada dos mortos, cheio de desgosto na sua velhice. É melhor que, em vez de me enforcar, eu suplique ao Senhor que me faça morrer, para não mais ter de ouvir insultos na minha vida.
Então estendeu as mãos para a janela e começou a rezar.
Nesse momento, a prece de ambos foi escutada pelo Deus da glória
e o Anjo Rafael foi enviado para dar remédio a Tobit e a Sara.


Salmos 25(24),2-4a.4b-5ab.6-7bc.8-9.

Senhor, meu Deus, em Vós confio,
Não seja confundido nem escarneçam de mim os inimigos.
Não serão confundidos os que esperam em Vós,
mas serão confundidos os que sem razão faltam à palavra.

Mostra-me, Senhor, os teus caminhos,
ensinai-me as vossas veredas.
Guiai-me na vossa verdade e ensinai-me,
porque Vós sois Deus, meu Salvador.

Lembrai-Vos, Senhor, das vossas misericórdias
e das vossas graças que são eternas.
Lembrai-Vos de mim segundo a vossa clemência,
por causa da vossa bondade, Senhor.

O Senhor é bom e reto,
ensina o caminho aos pecadores.
Orienta os humildes na justiça
e dá-lhes a conhecer os seus caminhos.




Marcos 12,18-27.

Naquele tempo, foram ter com Jesus alguns saduceus – que afirmam não haver ressurreição – e perguntaram-lhe:
«Mestre, Moisés deixou-nos escrito: 'Se morrer a alguém um irmão, que deixe esposa sem filhos, esse homem deve casar-se com a viúva, para dar descendência a seu irmão'.
Ora havia sete irmãos. O primeiro casou-se e morreu sem deixar descendência.
O segundo casou com a viúva e também morreu sem deixar descendência. O mesmo sucedeu ao terceiro.
E nenhum dos sete deixou descendência. Por fim morreu também a mulher.
Na ressurreição, quando voltarem à vida, de qual deles será ela esposa? Porque todos os sete se casaram com ela».
Disse-lhes Jesus: «Não andareis vós enganados, ignorando as Escrituras e o poder de Deus?
Na verdade, quando ressuscitarem dos mortos, nem eles se casam, nem elas são dadas em casamento; mas serão como os Anjos nos Céus.
Quanto à ressurreição dos mortos, não lestes no Livro de Moisés, no episódio da sarça ardente, como Deus disse: 'Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacob'?
Ele não é Deus de mortos, mas de vivos. Vós andais muito enganados».



Tradução litúrgica da Bíblia



Comentário do dia:

Santo Anselmo (1033-1109), monge, bispo, doutor da Igreja
«Proslogion»

A ressurreição: plenitude de vida

Porque te afasts para longe na busca dos bens da tua alma e do teu corpo? Ama o único Bem, no qual estão todos os bens, e tanto te bastará. [...] Lá no alto, está tudo aquilo que se pode amar e desejar.
É a beleza que amas? « Os justos resplandecerão como o sol» ( Mt 13,43). É a agilidade e a força de um corpo livre e desembaraçado de todos os obstáculos? « Eles serão como os anjos de Deus» [...] É uma vida longa e sã? Lá em cima espera-te a saúde eterna, pois « os justos viverão eternamente» (Sab 5, 16) [...] Desejas ser saciado? Sê-lo-ás quando Deus te mostrar o seu rosto na sua glória (Sl 16,15). Estar embriagado? « Eles ficarão embriagados da abundância da casa de Deus» (Sl 35,9). É um canto melodioso que te agrada? Lá no alto, os coros angélicos cantam sem fim os louvores do Senhor. Procuras as delícias mais puras? Deus dar-te-á de beber na torrente das suas delícias (Sl 35,9). Amas a sabedoria? A sabedoria de Deus manifestar-se-á em pessoa. A amizade? Eles amarão a Deus mais do que a si próprios, amar-se-ão uns aos outros tanto quanto a si próprios, e Deus amá-los-á mais do que eles alguma vez podem amar. [...] Amas a concórdia? Eles terão todos uma só vontade, pois não terão outra vontade senão a de Deus. [...] As honras e as riquezas? Deus dará muitos bens aos seus servos bons e fiéis (Mt 25,21); mais ainda, « Eles serão chamados filhos de Deus» (Mt 5,9) e sê-lo-ão na realidade, pois onde está o Filho, aí também estarão « os herdeiros de Deus e os co-herdeiros de Cristo» (Rom 8,17).







Textos Retirados de: Evangelho Quotidiano. org