sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Liturgia do Dia - sua Profecia diária


Sexta-feira, dia 08 de Setembro de 2017

Natividade da Virgem Santa Maria – Festa
Natividade de Nossa Senhora

Comentário do dia
São João Damasceno : «Exultemos de alegria no Senhor, ao celebrar o nascimento da Virgem Santa Maria, da qual nasceu o Sol da Justiça» (antífona de entrada)

Miqueias 5,1-4a.

Eis o que diz o Senhor: «De ti, Belém-Efratá, pequena entre as cidades de Judá, de ti sairá aquele que há-de reinar sobre Israel. As suas origens remontam aos tempos de outrora, aos dias mais antigos.
Por isso Deus os abandonará, até à altura em que der à luz aquela que há-de ser mãe. Então voltará para os filhos de Israel o resto dos seus irmãos.
Ele se levantará para apascentar o seu rebanho pelo poder do Senhor, pelo nome glorioso do Senhor, seu Deus. Viver-se-á em segurança, porque ele será exaltado até aos confins da terra.
Ele será a paz».


Salmos 13(12),6ab.6cd.

Eu confiei na vossa bondade,
o meu coração alegra-se com a vossa salvação.
E cantarei ao Senhor
pelo bem que me fez.




Mateus 1,1-16.18-23.

Genealogia de Jesus Cristo, Filho de David, Filho de Abraão:
Abraão gerou Isaac; Isaac gerou Jacob; Jacob gerou Judá e seus irmãos.
Judá gerou, de Tamar, Farés e Zara; Farés gerou Esrom; Esrom gerou Arão;
Arão gerou Aminadab; Aminadab gerou Naasson; Naasson gerou Salmon;
Salmon gerou, de Raab, Booz; Booz gerou, de Rute, Obed; Obed gerou Jessé;
Jessé gerou o rei David. David, da mulher de Urias, gerou Salomão;
Salomão gerou Roboão; Roboão gerou Abias; Abias gerou Asa;
Asa gerou Josafat; Josafat gerou Jorão; Jorão gerou Ozias;
Ozias gerou Joatão; Joatão gerou Acaz; Acaz gerou Ezequias;
Ezequias gerou Manassés; Manassés gerou Amon; Amon gerou Josias;
Josias gerou Jeconias e seus irmãos, ao tempo do desterro de Babilónia.
Depois do desterro de Babilónia, Jeconias gerou Salatiel; Salatiel gerou Zorobabel;
Zorobabel gerou Abiud; Abiud gerou Eliacim; Eliacim gerou Azor;
Azor gerou Sadoc; Sadoc gerou Aquim; Aquim gerou Eliud;
Eliud gerou Eleazar; Eleazar gerou Matã; Matã gerou Jacob;
Jacob gerou José, esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, chamado Cristo.
O nascimento de Jesus deu-se do seguinte modo: Maria, sua Mãe, noiva de José, antes de terem vivido em comum, encontrara-se grávida por virtude do Espírito Santo.
Mas José, seu esposo, que era justo e não queria difamá-la, resolveu repudiá-la em segredo.
Tinha ele assim pensado, quando lhe apareceu num sonho o Anjo do Senhor, que lhe disse: «José, filho de David, não temas receber Maria, tua esposa, pois o que nela se gerou é fruto do Espírito Santo.
Ela dará à luz um Filho, e tu pôr-Lhe-ás o nome de Jesus, porque Ele salvará o povo dos seus pecados».
Tudo isto aconteceu para se cumprir o que o Senhor anunciara por meio do Profeta, que diz:
«A Virgem conceberá e dará à luz um Filho, que será chamado 'Emanuel', que quer dizer 'Deus connosco'».



Tradução litúrgica da Bíblia



Comentário do dia:

São João Damasceno (c. 675-749), monge, teólogo, doutor da Igreja
Homilia sobre a Natividade da Virgem

«Exultemos de alegria no Senhor, ao celebrar o nascimento da Virgem Santa Maria, da qual nasceu o Sol da Justiça» (antífona de entrada)

Hoje aproxima-se de nós uma porta virginal; por ela, o Deus que está para além de todos os seres vem ao mundo «corporalmente», na expressão de Paulo (Heb 1,6; Col 2,9). Hoje, da raiz de Jessé sai um rebento (Is 11,1), de onde se elevará para o mundo uma flor, unida à divindade pela sua natureza, Hoje, a partir da natureza terrena, Aquele que outrora tornou sólido o firmamento, separando-o das águas e elevando-o nas alturas, formou um céu na Terra. Mas é um céu bem mais surpreendente que o primeiro, porque Aquele mesmo que, no primeiro, criou o sol ergueu-Se neste novo céu como Sol de Justiça (Mal 3,20). [...] A luz eterna, nascida da luz eterna antes de todos os séculos, o ser imaterial e incorpóreo, toma corpo desta mulher e sai como esposo da sua câmara nupcial (Sl 18,6). [...]

Hoje, «o filho do carpinteiro» (Mt 13,55), a Palavra presente e ativa daquele que tudo fez por Si mesmo, o braço poderoso do Deus Altíssimo [...] construiu para Si uma escada viva, cuja base assenta na terra e cujo cimo se eleva até ao céu. Deus repousa nela; foi a sua imagem que Jacob contemplou (Gn 28,12); por ela Deus, desceu na sua imobilidade, ou antes, inclinou-Se com condescendência, «tornou-Se visível na terra e conversou com os homens» (Bar 3,38). Porque estes símbolos representam a sua vinda cá abaixo, a sua descida por pura graça, a sua existência terrena, o verdadeiro conhecimento que dá de Si mesmo aos que estão neste mundo. A escada espiritual, a Virgem, está plantada na terra, porque na terra tem a sua origem, mas a sua cabeça eleva-se até ao céu. [...] Foi por ela e pelo Espírito Santo que «o Verbo Se fez carne e habitou entre nós» (Jo 1,14). Foi por ela e pelo Espírito Santo que se realizou a união de Deus com os homens.







Textos Retirados de: Evangelho Quotidiano. org